Orando em Família 2017

Quem não anseia por uma mão amiga ao enfrentar dificuldades? A criança deseja o colo da mãe; o adolescente, o abraço do pai; o adulto, o apoio dos amigos e a compreensão dos colegas!
Estender a mão a quem passa necessidade é um gesto gracioso que fortalece o vínculo e cria comunhão. Não há vida saudável sem essa mutualidade. Onde ela falta, definhamos no isolamento.
No entanto, somos seletivos na hora de fazê-lo: amamos quem nos ama; fazemos o bem àqueles que são bons para nós e emprestamos a pessoas de quem esperamos retribuição… (Lc 6.32s.).
É exatamente nisso que o Deus Eterno se distingue de nós, pois ele acolhe quem é seu inimigo declarado. Por isso Jesus importou-se com Zaqueu e intercedeu por seus carrascos. A Bíblia afirma que quando éramos inimigos de Deus fomos reconciliados com ele mediante a morte de seu Filho (Rm 5.10). Ninguém está atolado demais para que Jesus Cristo – a mão estendida de Deus – não possa resgatá-lo. Sim, Deus acolhe o corrupto!
    
Martin Weingaertner, editor

Autor: Editor Martin Weingaertner
Páginas: 384
Ano: 2016
Preço: 19,90 gramde / 11,90 de bolso